segunda-feira, 31 de julho de 2017

Apresentando: Chove Granito - Gabriel Tempobono

Olá pessoal, como estão? Essa semana as férias acabam (passaram tão rápido😭) mas o ritmo não pode parar!! Quinta-feira (27/07) eu recebi dois livros para o projeto #ValorizandoNacionaise o segundo foi "Chove Granito" em parceria com o autor Gabriel Tempobono (@adeustexas). O livro é muito bonito e cheio de ilustrações, o que só me deixou ainda mais ansiosa para começar a leitura! 


Sinopse: "Eu falo sobre o agito dos tornados e a fúria das ressacas. Falo Sobre as fotos sem molduras, tortas e escuras. Sobre as cartas borradas pela chuva e por toda maquiagem que escorreu dos olhos dela, ao acordar desesperada e ver que seu amor de uma noite saiu correndo pela porta da frente.
Eu falo sobre o medo de altura e sobre ser o Everest. sobre ter o abraço tão quente quanto o Alasca e a mente tão sóbria quanto uma overdose. Tento explicar que não existe coração quebrado que não pode ser colado, costurado e construído do zero.
Eu sou uma tempestade de pedras que quebra seu crânio, tritura todos os seus ossos e esmaga todos os seus órgãos, mas dói menos que o amor.
Tudo isso é sobre ser a maior tempestade."

Alguém aí já leu ou pretende? Me contem aqui! Em breve sai a resenha dele 😉 

Resenha: Os últimos dias - Bela Dias


Título: Os últimos dias
Autor(a): Bela Dias
Editora: Novo Século (Talentos da Literatura Brasileira)
Páginas: 128
Ano de lançamento: 2016
Onde comprar: SubmarinoSaraivaLojas Americanas e Amazon.
Sinopse: "O tempo é algo subjetivo. Ele pode ser infinito para alguns e efêmero para outros. No entanto, uma coisa é certa: todos nós temos nosso tempo. E o de Raquel e Gabriel está acabando, pois ambos foram diagnosticados com leucemia. Ela tem 16 anos e ele, 6. Apesar da diferença de idade, ao se conhecerem no hospital, os dois rapidamente se tornam melhores amigos. Juntos, descobrem como aproveitar seus últimos dias, em meio a tantos tratamentos, remédios, dores, exames e olhares piedosos, tornando a dura e triste rotina do hospital um pouco mais divertida. Seja com uma coleção de pores do sol, observando formatos de nuvens, assistindo a desenhos infantis ou lendo O Pequeno Príncipe , mas, principalmente, acreditando que em todo fim existe um novo começo."

Raquel é uma menina de 16 anos introvertida e antissocial, que é vista como estranha na escola, até descobrir que tem leucemia e passar a ser vista como "a garota com cancêr". Mas que adora colecionar os pequenos momentos que a vida lhe proporciona, principalmente pores do sol. 

"O primeiro da minha coleção era meio rosado e com as extremidades alaranjadas, simplesmente lindo. Após contemplá-lo, pedi aos céus que não me levassem desse mundo. Onde mais poderia ver pores do sol tão belos como aquele? Permaneci lá até o céu ficar completamente preto."

Tendo a maior parte de sua rotina no hospital, e vivendo apenas entre quatro paredes brancas, frias e sem vida, acaba fazendo um único e sincero amigo: Gabriel, de 6 anos. Que assim como ela,  é diagnosticado com leucemia, porém se encontra em estado mais crítico e seus dias estão contados. O que ela não esperava, era que sua vida em tons de cinza se tornaria colorida graças aos lindos olhos do pequeno menino loirinho parecido com "O Pequeno Príncipe".

"No dia seguinte, assim que abri meus olhos, me deparei com um menininho de bochechas vermelhas, cabeça raspada, olhos tão azuis como a transição do mar para o céu e um sorriso sapeca. Surgia uma cuspidela de pérola no meu céu de esperanças."

Os dois são como irmãos, duas almas brilhando juntas apesar de toda dor e escuridão. A rotina de ambos se resume a remédios, exames e tratamentos,  mas ao perceber que ele irá deixá-la primeiro, Raquel resolve fazer com que cada dia vivido tenha valido a pena, aproveitando cada segundo ao lado do seu pequeno príncipe, já que ele a mostrou que para todo fim existe um começo.

"Com ele, eu podia ser a rosa protegida por uma redoma de vidro, a Princesa Jujuba e uma criança novamente."

Gabriel é alma do livro. Graças a ele, a história fica mais leve e pura, mostrando uma paz que só as crianças têm. Os personagens secundários também se fazem presentes e marcantes. E o crescimento de Raquel por conta da doença foi o ponto alto. A escrita da autora é leve, fluída e bem simples. Gostosa de se ler e bem rápida também. 

"Aprendi a amar, a perder, a ter esperança e, principalmente, a viver. Tenho orgulho da minha jornada, pois saí dela vitoriosa."

Apesar do livro ser bem fininho, a história é bem elaborada e me marcou bastante. A capa além de ser linda tem tudo a ver com o livro, a diagramação é ótima e eu não encontrei nenhum erro. Possui páginas amarelas e letras grandes, o que só ajudam ainda mais na fluidez da leitura. Com certeza é um livro para ser lido em poucas horas. 
Com grandes ensinamentos, "Os últimos dias" é um livro para deixar o leitor bem pensativo quando a leitura é finalizada. Uma história para todas as idades e gêneros que entrou pros meus favoritos.

Alguém ai já leu ou se interessou? Me contem aqui! 
Espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ;*

domingo, 30 de julho de 2017

Apresentando: Mais perto do coração - Renata S. Tourinho

Olá pessoal, como vocês estão? Bom domingo para todos nós!! Essa semana recebi mais dois livros para o projeto #ValorizandoNacionais e um deles foi da @renata.tilda



Sinopse: "Marina é uma pequena menina que vive em um mundo separado em cores. Um dia a menina recebe de um amigo um presente misterioso que a deixa curiosa. Ela então decide corajosamente viajar sozinha em seu barco em busca de respostas.
Em seu caminho, Marina faz novas amizades e descobertas, com muitas aventuras que irão colorir e mudar o seu mundo para sempre."

Alguém aí já leu ou pretende? Me digam aqui! 
Um beijo e um queijo 😘

Apresentando o que recebi de parceria com a Arti Visive

Olá pessoal, como vocês estão? Tô passando só pra mostrar esses marcadores maravilhosos que recebi essa semana da Laís (@laaah_ramos) do @_artivisive!! 




Tô completamente apaixonada pelos meus novos bebês e quero usar todos ao mesmo tempo haha Sem contar que são de ótima qualidade, com cores vibrantes, feitos à mão e plastificados para durarem muitos e muitos anos!! Eu só tenho uma coisa para dizer: Amei! E quero todos pra fazer coleção. 😋 Quem também quiser adquirir o seu (ou seus), é só entrar em contato com a Laís pelo direct do Instagram marcado. Só tenho a agradecer, mil vez obrigada!! ❤️ E já podem contar com um milhão de fotos com esses marcadores lindos! ☺️
Um beijo e um queijo 😘

sábado, 29 de julho de 2017

Apresentando: Adrenalina Sombria - Thaís Barros

Olá pessoal, como vocês estão? Nesta terça-feira (25/07) recebi mais um livro para o projeto #ValorizandoNacionais. E em parceria com a autora Thaís Bastos (@dr4cul), ela me enviou seu livro Adrenalina Sombria (@adrenalinasombria) que estou super ansiosa para ler e completamente apaixonada por essa capa!!! 


Sinopse: "Verônica, Beatriz, Ametista, Lola e Cora são inseparáveis. E em vez de passarem o tempo assistindo a séries juntas, as cinco amigas gostam de lidar com fenômenos sombrios.
Estudiosas dos mistérios sobrenaturais, acham que está na hora de saírem dos contos de terror e se aventurarem em algo de fato perigoso; porém, tudo dá errado. Uma delas entra em coma, outra recebe visitas sombrias durante o sono e as demais veem suas vidas virarem de cabeça para baixo.
Nunca deveriam ter mexido com demônios. Os mortos não gostam de ser incomodados durante o sono eterno, e agora eles querem vingança."

Alguém aí já leu? Se sim, me digam o que acharam ou então se pretendem ler!! Não esqueçam de conhecer os igs parceiros marcados no instagram 😘

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Resenha: Interator - Quando game e realidade se confundem / Alexandre Almeida de Oliveira


Título: Interator - Quando game e realidade se confundem
Autor(a): Alexandre Almeida de Oliveira
Editora: Jaguatirica
Páginas: 444
Ano de lançamento: 2016
Onde comprar: Saraiva e Amazon.
Sinopse: "Marcelo é um adolescente expert em computação, mas sua família vive em grandes dificuldades financeiras e, para piorar, ele ainda sofre bullying na escola onde estuda, passando quase todo o seu tempo fantasiando com uma vida melhor. Tudo começa a mudar quando o rapaz descobre que uma empresa de games chamada 'Assertiva' está para lançar um game de interatividade absoluta - ou seja, através de um equipamento (a câmara de interação) o jogo é inserido na mente do jogador, o que lhe traz sensações físicas de estar dentro do jogo, como suor, dor e cansaço. Tentando fugir de sua vida e de si mesmo, sorrateiramente Marcelo altera a programação da máquina, pede um teste e se 'tranca' no mundo da fantasia. Apenas Fábio, seu pai, é quem poderá salvá-lo e ele será desafiado em seus próprios limites na missão de resgatar Marcelo do mundo da fantasia e trazê-lo de volta à realidade. Porém, Fábio precisará superar muitas barreiras emocionais e preconceitos desde que abandonou a família. 'Interator: quando game e realidade se confundem' é um livro emocionante que reúne problemas contemporâneas do uso de tecnologias com as antigas e complexas interações familiares."

Marcelo é um menino de 16 anos que ama informática e mora com sua mãe Vera. Mas como todo adolescente,  tem suas crises existênciais e devido as dificuldades financeiras de sua família, não consegue acompanhar o padrão de vida imposto pelas pessoas à sua volta. E por estudar na escola mais cara da cidade, acaba sofrendo bullying.

Excluído do círculo de amizade em sua escola, tem somente um amigo chamado Carlos, e mesmo com toda sua inteligência, está perto de repetir de ano. Decide então terminar com sua namorada, Marina, por não ter o mesmo padrão de vida dos demais e nem condições de levá-la ao cinema.

Abandonado por seu pai enquanto sua mãe ainda estava grávida dele, as situações só vem piorado. Tendo problemas familiares, sentimentais e escolares, vive no mundo da lua e sonha com o dia em que as coisas vão melhorar e vai deixar de ser infeliz. Vê sua chance se aproximar quando Carlos lhe conta sobre o novo concurso proposto pela Assertiva.

Assertiva é a maior empresa de vídeo-games existente no Brasil, e promete R$120.000 para quem invadir o novo sistema de jogos de interatividade total que ainda está em desenvolvimento. Avistando a grande chance de melhorar de vida, Marcelo se empenha dia e noite para alcançar seu objetivo de conseguir invadir o sistema e com isso ajudar sua mãe.

"O Projeto 'Mentor' transformava o universo dos jogos eletrônicos em uma realidade paralela. Com esse novo game, o jogador - agora chamado de 'interator' - teria as sensações reais de acordo com a ambientação previamente escolhida."

Porém, o vencedor pode ter um "test-drive" do jogo pelo mesmo valor do prêmio, e com a enorme vontade de Marcelo de sair de sua realidade e viver em um mundo onde as pessoas agissem como ele quisesse, se vê perdido em suas escolhas ao perceber que o próprio Mentor (computador onde é armazenado as informações de jogo) pode ser sua saída.

"O 'Projeto Mentor' era genial. Consumiu sete anos de desenvolvimento. Além da equipe de programadores de alto nível, Roberto trouxe para junto de si médicos neurologistas, neurocirurgiões e psicólogos, além de profissionais em cibernética e engenheiros da melhor safra."

O que ele menos esperava era se meter em uma enorme confusão quando alterasse as diretrizes de programação do Mentor e se trancasse no mundo virtual, principalmente uma da qual a única pessoa capaz de ajudá-lo seria seu pai, Fábio, até então desconhecido. 

"Mas a rede de interações entre o computador é tão complexa que este precisa ter muito boas noções do ambiente de interação para consegui-lo. Se não as tiver, o computador procurará nos arquivos mentais do interator sobre determinado assunto. É uma intensa troca de perguntas e respostas. Se não tiver estas últimas, torna-se praticamente inviável todo o jogo."

A história é instigante, porém lenta. Só consegui me prender de verdade na leitura quando ultrapassei a metade do livro. Ponto principal para isso ter acontecido foi o autor detalhar extremamente tudo e isso me incomodou um pouco. Mas é perceptível o conhecimento do mesmo em tecnologia, o que deixou a história bem interessante.

Teremos um pouco de ficção científica, fantasia, e ação, o que agrada principalmente os fanáticos por games que sonham em ter seu jogo preferido em interatividade absoluta. O final do livro é bem surpreendente e eletrizante, e tem um gancho para uma continuação que me deixou bem curiosa...

O livro em si é bem bonito, a capa tem auto relevo com detalhes em código binário e a diagramação é muito boa apesar de não ser divido em capítulos e sim em quatro partes. Vale a pena se ter na estante.


Me contem o que acharam aqui e se já lerem ou pretendem. 
Espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ;*