quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Resenha: Relatório de Evidências - Nathalia Karl


Título: Relatório de Evidências
Autor(a):  Nathalia Karl
Editora: Literar
Páginas: 306
Ano de lançamento: 2017
Onde comprar: Livraria Nobel (Física em Petrópolis) ou Facebook.
Sinopse: "Relatório de Evidências é um livro de crônicas dividido em dois blocos. No primeiro, intitulado “Evidências”, Nathalia Karl relata passagens sobre o cotidiano comum a todos, característico por suas tiradas  humoradas e irônicas. O segundo, designado como “Minutos de epifania” traz uma coletânea de mini crônicas que surgiram de pequenos relatos que Nathalia fez nas redes sociais. Dotada de uma escrita sensível, engraçada e fluida, a autora tem como objetivo em suas 306 páginas divertir e inspirar as pessoas a observarem o dia a dia com outros olhos."

"Relatório de Evidências" é um livro de crônicas bem humoradas, com tiradas sacanas, irônicas, e como diz a autora, com um pouco de pornô soft. 


"... e a singeleza de sempre prestar atenção, porque o mundo é um moinho;"

"Vergonha na cara é igual cachaça, eu não gostava, mas agora tô tomando."

A obra é divida em duas partes, sendo elas: Evidências e Minutos de Epifania (ironia de Minutos de Sabedoria), onde a autora traz minicrônicas e até uma visão ampla e humorada sobre política, situações do cotidiano, e pensamentos sobre a vida, o mundo e si mesma. 


"Assim, só para marcar o compasso: que sejamos leves, fluidos e realistas, porque se acostumar é necessário! Portanto, acostume-se, apenas acostume-se."

"...quem nasceu para ser Cabo das Tormentas jamais será Cabo da Boa Esperança, embora ambos estejam no mesmo lugar."

Escrevendo de forma natural e fluida, Nathalia consegue nos fazer abrir os olhos e enxergar tudo diferente, já que em algumas  crônicas temos a sensação de estarmos sentados batendo um papo com a autora, onde ela debate e nos aconselha sem julgar, porém, sem deixar de expor suas opiniões e seu jeito irônico de ser, desabafa e fala sobre outras aleatoriedades. Sem esquecer de todas as sensações que nos são transmitidas com sabedoria. 


"...devemos valorizar aquilo que realmente importa, o carinho que você transmite para uma pessoa sempre voltará para você de forma ainda melhor e inesperada."

"...e a vida é tão curta que devemos aproveitá-la, inclusive para amar."

As risadas são garantidas, assim como a enorme vontade de conhecer o "moleque mais maneiro da cidade". Esse é um daqueles livros que nos deixam com vontade de ser amiga da autora e nos faz sentir como tal ao finalizar a leitura. Nos faz pensar, refletir, analisar, se emocionar e querer sermos melhores para nós mesmos. Ainda assim, conhecemos novos sentidos a velhas palavras e novas palavras a velhos significados (como disse Luciana Cunha).


"Seja a gratidão que queremos receber. Sejamos esse sentimento bonito, cheiroso e gostoso que arrebata corações. Seja."

"Beijos e boas noites e que os anjos da guarda sempre protejam, em especial os merdeiros"

O conjunto como um todo foi muito bem construído, já que reuniu crônicas do blog "Crônicas de Categoria", no qual Nathalia escreve como convidada, e também seus "Minutos de Epifania" que foram reunidos de suas redes sociais graças ao seu jeito peculiar de se comunicar, seja através da fala ou da escrita e de seus "cabelos de fogo" que mostram sua forte personalidade. 


"Eu morro, mas eu não vivo normalzinha, arrumadinha. Minha roupa é alma, é expressão, a modinha-uniforme eu deixo para as burrinhas sem personalidade."

"Ele bateu palmas, mas focas também batem."

O livro em si ficou muito bonito. As folhas são de ótima qualidade, amarelas e com letras de tamanho confortável para leitura. E uma curiosidade é a folha "Te dedico!", que eu não tinha visto em nenhum outro livro e é um espaço exclusivo para autógrafo. A capa foi desenhada pela própria autora, tendo uma caricatura da mesma, e além de ter ficado muito bonita, diz muito sobre o que nos aguarda ao lermos.


"...nos pequenos gestos estão as maiores evidências de um caráter."

Meu exemplar autografado

"'manda lacrar o caixão, baixar na cova e jogar a pá de cal, que essa daí já está apodrecendo em vida'."


"Desculpa, mas quem critica o próximo por estar usando alguma coisa que representa uma cultura, um hábito, um gosto, seja ele qual for, essa pessoa tem uma cabeça muito bosta mesmo. Se está no mundo é para usar, é para valorizar."


"...evite ficar triste e não abaixe essa cabeça, sua papada aparece e você fica horrível."
"É o coração que faz o caráter."

Esse é um livro perfeito para quem gosta de dar boas risadas e "ouvir" bons questionamentos, super recomendo!! 


"Sendo assim, saia de casa, conheça pessoas, socialize, dê beijo na boca, abrace, dance, curta, viva uma fantasia, transe porque sexo é saúde e, principalmente, seja o único e real responsável pela sua felicidade, porque tudo nessa vida é uma aventura e aventura sem emoção não tem graça e para ter graça é, por vezes, necessário ter uma pitada de inconsequência e quem faz a companhia, a situação e o contexto valerem a pena, ainda que momentaneamente, é você.
Para tudo que te impede e para todo o resto que não te faz confortavelmente feliz: liga o foda-se."

Ps: O meu ficou todo marcado de post-its ;p 


E para quem for de Petrópolis, amanhã (01/12) acontece o lançamento oficial do livro na Livraria Nobel e estão todos convidados!


Espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário