domingo, 24 de dezembro de 2017

Resenha: O Presente do meu grande amor - Organizado por Stephanie Perkins


Título: O Presente do meu grande amor
Autores: Stephanie Perkins, Rainbow Rowell, Kelly Link, Matt de la Peña, Jenny Han, David Levithan, Holly Black, Gayle Forman, Myra McEntire, Kiersten White, Ally Carter, Laini Taylor. 
Tradutoras: Cássia Zanon, Rachel Agazino e Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Ano de lançamento: 2014
Onde comprar: Saraiva, Amazon, Submarino e Livraria Cultura.  
Sinopse: "Se você gosta do clima de fim de ano e tudo o que ele envolve – presentes, árvores enfeitadas luzes pisca-pisca, beijo à meia-noite -, vai se apaixonar por O presente do meu grande amor. Nestas doze histórias escritas por alguns dos mais populares autores da atualidade, há um pouco de tudo, não importa se você comemora o Natal, o ano-novo, o Chanucá ou o solstício de inverno. Casais de formam, famílias se reencontram, seres mágicos surgem e desejos impossíveis se realizam. O pessimismo não tem lugar neste livro – afinal, o Natal é época de esperança."

"O Presente do meu grande amor" é um livro composto por doze contos natalinos organizados por doze grandes autores distintos e renomados, alguns que eu até já estava interessada em ler. São contos que fazem jus a essa época do ano e tudo o que ela envolve. 

Foram escritos com uma enorme diversidade, de forma em que se passam comemorando o Natal, Ano Novo, Chanucá, ou até o Solstício de Inverno sem perder a magia do momento. Os personagens são de diferentes etnias e orientação sexual, casais se formam, famílias se reencontram, criaturas mágicas aparecem e desejos aparentemente impossíveis se realizam. 

Não vou falar detalhadamente de cada um dos contos, até porque acabaria dando alguns spoilers, nem todos os autores foram bons, mas posso dizer que os meus preferidos foram: "Meias-Noites" - Raibow Rowell, “Anjos Na Neve” - Matt de La Peña, “É Um Milagre de Yule, Charlie Brown" - Stephanie Perkins, “O que Diabo Você Fez, Sophie Roth?” - Gayle Forman e "Bem-vindo a Christmas, Califórnia" de Kiersten White. 

Mas agora a sinopse de todos os contos: 


  • Sinopse "Meias-Noites" de Rainbow Rowell: Acompanhamos a história de Mags e Noel por algumas meias-noites de anos seguidos, mostrando a mudança da idade escolar para o ingresso na universidade junto ao florescer do amor entre amigos. Sempre se encontram na virada do ano, na festa na casa de Alicia, uma amiga em comum.
"É mais como... pular uma etapa. Se você gosta de alguém, tem que fazer um esforço. Tem que conhecer a pessoa, se empenhar para conseguir esse primeiro beijo."

  • Sinopse "A Dama e a Raposa" de Kelly Link: Na casa dos Honeywell o Natal é sempre marcante. Muitos convidados, muitos parentes, muitos presentes, muito barulho. Daniel e Miranda tem apenas onze anos e não percebem todas as nuances da família ainda. Ele, o filho de Elspeth, é um Honeywell e Miranda passa lá apenas os Natais, por ser afilhada de Elspeth. E decorrer da história mostra Miranda conhecendo um estranho que veste um bonito casaco com um bordado de uma raposa e que admira a casa sempre quando neva no Natal. E assim, todos os Natais, ela espera sua chegada.
"Quando um Honeywell não tem uma fala, ele improvisa. O mundo todo é um palco."



  • Sinopse "Anjos na Neve" de Matt de la Peña: As coisa não vão bem para Shy, que está passando o Natal na casa de Mike para levantar uma grana, para ter o que comer. Não que ele conte essa parte para o pai, que está lá San Diego, acreditando que o filho está se saindo bem em Nova York com a faculdade e tudo o mais. É o que todos esperam, afinal de contas. Contudo, Mike só irá pagar pelo serviço quando voltar de viagem e a geladeira não conta com mais que alguns iogurtes. Para vários dias. A sorte de Shy parece mudar quando uma das vizinhas de Mike, Haley, perde o voo para casa.
"Eu me virei para a gata de Mike e disse:
- Prometo que não vou comer você.
Ela me olhou, nada impressionada, pulou para o chão e saiu desfilando em direção à cozinha, onde uma tigela cheia de ração sabor salmão a esperava."


  • Sinopse "Encontre-me na Estrela do Norte" de Jenny Han: Natty é a única garota humana que vive no Polo Norte. Papai Noel a adotara há muitos anos e ela vive junto dos seus duendes, é como sua filha. Contudo, a diferença de espécie não fora capaz de impedir que Natty se apaixonasse pelo duende Flynn, que parece muito mais tendencioso a gostar da duende Elinor. Nada coopera com Natty quando o Baile da Neve está para acontecer, porque ninguém a convida, ainda a veem do modo como Papai Noel a vê: uma criança. Tudo ainda se complica porque, quando pequena, Natty tinha o hábito de inventar histórias para chamar a atenção e, quando ela realmente conta uma verdadeira, ninguém acredita.
"Existem dois tipos de criança. As que acreditam e as que não acreditam. A cada ano, parece haver no mundo menos crianças que acreditam. Papai diz que não é fácil pedir a uma criança que acredite em algo que ela não pode ver, que isso em si é uma mágica. Diz que, se você tem essa mágica dentro de si, deve protegê-la por toda a vida e nunca deixar que se perca, porque, uma vez perdida, é para sempre."



  • Sinopse "É Um Milagre de Yule, Charlie Brown" de Stephanie Perkins: Marigold visita durante todo o mês a loja de Árvores da Família Drummond. Não que ela não conseguisse se decidir por uma árvore, a ideia era economizar e não gastar com uma árvore nesse ano. Mas, ela precisava fazer um pedido ao garoto das árvores, North e, simplesmente, ela não sabia como. Até o dia em que ele conversa com ela, a convence a comprar uma árvore, bem no estilo Charlie Brown e a ajuda a carregá-la pelos quarteirões até sua casa. Mas um pedido inusitado ainda precisava ser feito.
"Fantasiou uma situação em que ele ditava uma lista infinita de palavras suculentas.
Inócuo. Sousafone. Crepuscular."



  • Sinopse "Papai Noel por Um Dia" de David Levithan: Connor pede ao seu namorado para se vestir de Papai Noel para que sua irmãzinha, Riley, ainda possa acreditar por mais um ano. Afinal, o ano já fora duro demais com a partida do pai, que era exatamente quem tomava o trabalho de vestir a roupa vermelha e fazer a magia acontecer. Uma casa é invadida na madrugada e uma criança é despertada pelo ho ho ho do Papai Noel.
" - Mas eu sou judeu - digo. - Seria diferente se você estivesse me pedindo para ser Jesus. Ele, pelo menos, era integrante da minha tribo, e fica bem de sunga. Além disso, ser o Papai Noel exige certa dose de alegria, enquanto ser Jesus só exige que você tenha nascido."



  • Sinopse "Krampuslauf" de Holly Black: O evento beneficente do Krampusnacht que ocorre em Fairmont vai contra todos seus princípios, já que este deveria ser algo apavorante e não, como dito, beneficente. Krampus é o filho de Hel na mitologia nórdica, mais antigo que o diabo, e dizem que este último fora quem copiou seu estilo. Hanna e suas amigas se atrapalham com o namorada de uma delas, que namora além de Penny, outra garota e, no fim das contas, prometem uma grande festa de virada do ano. A trama é armada e, até mesmo convidar o cara mais bem fantasiado do evento Hanna faz. O circo estava armado, agora era colocar as namoradas frente a frente, na festa do ano novo.
"O que quero é nunca esquecer que existe magia no mundo. Fico com as minhas lembranças desta noite. Fico com elas para sempre."



  • Sinopse "Que Diabo Você Fez, Sophie Roth?" de Gayle Forman: Sophie enumera seus incontáveis erros desde que fora para a Universidade de Fimdomundo. Ir para lá era, sem dúvidas, um deles, ainda que a bolsa integral de estudos pudesse ter parecido muito atrativa, no início. As aulas já haviam terminado, mas as passagens precisavam baratear para que ela fosse para casa passar os feriados com a mãe. E nisso, ela se entendia com as atividades do campus, como o coral à lá Ned Flanders. E, num resmungo que sai mais alto que o pretendido, alguém capta sua observação sobre a apresentação. É mais um momento para que ela pense ‘que diabo você fez, Sophie Roth?’.
"Sophie se perguntou quando ela enfim aprenderia que muitas coisas parecem uma boa ideia, mas que uma pequena análise pode revelar que tais ideias boas na aparência são, na verdade, intrinsecamente falhas."



  • Sinopse "Baldes de Cerveja e Menino Jesus" de Myra McEntire: Vaughn é, sem dúvidas, o garoto mais atentado da cidade. Quando o celeiro da Igreja entra em chamas devido à uma de suas brincadeiras, é necessário que o pastor Robinson tenha que intervir para que ele não acabe em um reformatório. Com isso, o espetáculo do presépio vivo fora ameaçado, vários trajes sendo refeitos de última hora, vários ajustes e uma nova acomodação. Além, é claro, do trabalho ‘voluntário’ de Vaughn para ajudar a recuperar tudo a tempo. Mas, uma nevasca e um outro evento agendado para o mesmo horário da apresentação do presépio ameaçam colocar anos de tradição em xeque.
" - Se Deus e eu começássemos a falar sobre perdão, eu passaria o resto da vida em um confessionário."



  • Sinopse "Bem-vindo a Christmas, Califórnia" de Kiersten White: Uma cidade mais que pequena, do tipo que nem mesmo o Google identifica em suas buscas. Não é nem mesmo uma cidade, é uma região. É lá onde Maria vive com sua mãe e com o padrasto, vivendo para trabalhar e trabalhando para viver. Maria junta suas economias pronta para fugir dali, para bem longe, onde a lanchonete em que trabalha por gorjetas fique na lembrança. Contudo, a morte do cozinheiro faz com que um forasteiro seja contratado. Um que tem um dom de saber exatamente o que cada pessoa precisa comer, ainda que não seja exatamente o que ela pediu.
"Eu tento me sentir triste por Ted, mas nós mal nos conhecíamos, mesmo depois de três anos trabalhando juntos. Ainda assim, vai ser estranho não o ver por ali. Ele era mais um utensílio do que uma pessoa. Como se eu chegasse lá e o freezer tivesse simplesmente... sumido."

  • Sinopse "Estrela de Belém" de Ally Carter: Uma passagem de avião trocada e um destino incerto para Liddy. Era tudo que ela precisava, fugir da realidade, da sua vida. Só não esperava que precisaria se passar por uma islandesa chamada Hulda, que estava a caminho da casa do namorado, que vive em Oklahoma. Completamente fora do destino correto: Nova York. No aeroporto, Liddy se vê diante do namorado de Hulda, que a busca, junto de vários familiares e, apesar de claramente saber que ela não é Hulda, a apresenta para todos. E Liddy segue por horas para a casa de Ethan, o namorado de Hulda. Aquele que ela preferiu não ir ver, já que ama quem a espera em Nova York e não quem a esperava em Oklahoma.
" - Quando tudo o que você quer é ir embora, qualquer passagem serve."



  • Sinopse "A Garota que Despertou o Sonhador" de Laini Taylor: Em um mundo pobre e desigual, uma das poucas esperanças das jovens rendeiras que trabalham para sobreviver na ilha para a qual foram traficadas, é receber o cortejo de um homem que tenha um emprego que permita que elas não passem fome e não morram de frio. A ideia, ainda assim, de aceitar alguém, em especial o Reverendo Spear, que já enterrara outras esposas jovens. Ainda mais depois que seus melhores amigos se foram após um surto de febre, Neve sabia que jamais se uniria a alguém. Quando o Reverendo resolve cortejá-la no Advento de Natal, ela sabia que estava condenada e não lhe resta nada a não ser apelar uma prece para os antigos deuses daquele mundo.
"O problemas de ter amigos tão próximos como se fossem parentes, tão verdadeiros que são parte de seu coração - como os gêmeos eram para ela -, é que não se liga muito para as outras pessoas. E, caso se tenha a infelicidade de ficar para trás, percebe-se que o que restou foi apenas um ninho vazio."


Todos os contos foram bem escritos, mas alguns me surpreenderam e encantaram mais do que outros, já que abordam diversas questões tornando-os mais interessantes ao meu ver. O ponto alto dos contos é que sempre vai acontecer um milagre de Natal, alguns na forma de interferências mágicas e outros com a conciliação de um casal ou reconciliação familiar. Apesar de algumas ressalvas, a leitura foi bem agradável e trás mensagens bem significativas sobre: amor, amizade, esperança, perdão superação e paz. Além disso, vários suspiros são arrancados juntamente com alguns sorrisos. 

A edição em si ficou bem bonita e a capa retrata perfeitamente o clima do livro. As páginas são amarelas, a diagramação ficou bem feita e tem as letras de um tamanho bem agradável para a leitura. 

Espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário