quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Resenha: A Vampira - Martina Romero


Título: A Vampira
Autor(a): Martina Romero
Editora: Novo Século  (Talentos da Literatura Brasileira)
Páginas: 256
Ano de lançamento: 2016
Onde comprar: Amazon, Saraiva e Submarino.
Sinopse: "Katherine Miller é uma vampira que foi transformada há mais de três séculos por seu grande amor, Daniele. Depois de oito anos juntos, ele decide abandoná-la para mantê-la segura, já que ao seu lado ela corria perigo. Antes de partir, porém, Daniele promete protegê-la, ainda que de longe, sob qualquer circunstância. Para um vampiro, a palavra é tudo, mas Kath não se convence e, a partir daquele momento, abdica de qualquer sentimento. Agora, trezentos anos depois, sozinha e diante da eternidade, Katherine é uma vampira sem compaixão, que mata sem parar. Para se entreter, ela se matricula na universidade e, logo no primeiro dia de aula, reencontra alguém de seu passado. O choque é enorme. O que ele fazia ali? Mesmo com sede de vingança, Katherine começa a perceber que, apesar de tudo, ainda sentia algo por Daniele. Negando esse sentimento para si mesma, tenta mascará-lo com raiva, mas, aos poucos, começa a ceder. Ele ainda quer protegê-la, pois há um grande perigo à espreita. Para ficarem juntos, porém, ela terá que deixar seu rancor de lado."


Katherine Miller, ou Kathy, é uma vampira de 300 anos que vive sua vida como uma jovem estudante e caloura de medicina em Nova Orleans, pura ironia depois de todas as vidas que tirou. Morava em um antigo casarão do século XIX onde tinha como companhia o espírito de Tatia, uma antiga bruxa que a ajudou quando mais precisou e virou sua amiga. 

" - Quando um vampiro promete algo [...] ele cumpre essa promessa, não importa o que aconteça, não importa os obstáculos que tenha que enfrentar."

Kathy nem sempre foi cruel, antes era uma moça jovem e apaixonada por Daniele, o amor de sua vida e quem a transformou. Conheceram-se em uma região onde hoje fica localizada a Itália, ele um nobre e ele uma camponesa. Com a promessa de viverem juntos para sempre, um amor mais forte do que tudo e um desejo alucinado, transformou-a um mês depois. Porém, zelando pela segurança de sua amada, ele a abandonou e acabou partindo o coração da mesma, que se tornou vingativa, amargurada e com um coração de pedra.

" - Eu mudei. Eu superei. Eu segui em frente. Por quê? Porque você me deixou."
" - E quem disse que a vida é justa?"

Perdida, sem saber para onde ir já que não podia voltar para casa, e sozinha, Katherine  se tornou um monstro. Decidiu se vingar de todos que podiam feri-lá e fizeram com que Daniel a deixasse, inimigos começaram a aparecer e ela os matava sem remorso. Com a escolha de matar toda a linhagem da Família Original.

"Eu sempre saía ferida. E eu saía ferida porque me importava. Por isso havia me tornado Katherine. É mais fácil viver quando a gente não se importa. Ninguém pode machucar você."

Depois de séculos matando sem se importar com os rastros, vivendo loucamente e sem destino, logo após se estabilizar em Nova Orleans para começar uma nova etapa de sua vida, fantasmas do passado resolvem reaparecer e tirar seu sossego, assim como um caçador que está em sua cola e muito mais próximo do que imagina.

"Nunca se sabe o que pode acontecer. Um dia, um de nós poderia morrer, ou coisa pior. Então, o melhor que podíamos fazer era aproveitar."

Ação, revolta, brigas, intrigas, reconciliação, perdão, descobertas, autoconhecimento e um romance estilo "tapas e beijos" fazem deste livro um prato cheio para quem é/era fã de The Vampire Diaries. Encontrei muitas referências sobre a série, o que me deu uma nostalgia gostosa mas também me fez confundir as coisas algumas vezes. 

"A partir daquele dia, eu começaria a realmente viver. A viver minha eternidade. Afinal, com amor ela é melhor. Foi só naquele momento que pude, enfim, compreender isso. E essa foi a primeira das muitas lições que eu ainda aprenderia."

O livro foi bem construído, os personagens são bem apresentados, com características e personalidades únicas e os secundários sempre vão ter alguma importância na trama. É nítido o amadurecimento de cada um de acordo com o avanço do livro e os motivos que os levaram até ali vão sendo expostos de ótima forma, sem sair do ritmo proposto. 

A narrativa é em primeira pessoa e varia entre passado e futuro, nos dando uma visão ampla dos fatos e dando a entender tudo o que se passa atualmente. É uma leitura rápida e fluída, já que os capítulos são curtos, com boa diagramação e folhas amarelas. A capa que eu achei que deixou um pouco a desejar... 


O final me surpreendeu mas não da maneira que eu esperava, muitas pontas ficaram soltas e poderiam ter sido melhor exploradas, porém, dá a entender que uma continuação pode ser possível. 

Uma leitura recomendada para os fãs de vampiros e todo esse universo. 
Espero que tenham gostado, um beijo e um queijo ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário