sábado, 24 de março de 2018

Resenha: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares - Ransom Riggs.





Título: O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares.
Título original: Miss Peregrine’s Home of Peculiar Children
Autor: Ransom Riggs.
Número de páginas: 336.
Editora: LeYa.
Onde comprar: Saraiva, Amazon e Livraria Cultura.

Sinopse: O livro que deu origem ao filme de Tim Burton! Com estreia marcada para setembro deste ano, o trailer começou a circular nas redes sociais em 15 de março e, até agora, já teve mais de 2,5 milhões de visualizações.
Eleito uma das 100 obras mais importantes da literatura jovem de todos os tempos, O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, é um romance que mistura ficção e fotografia. A história começa com uma tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo - por mais impossível que possa parecer - ainda podem estar vivas.
Milhões de cópias vendidas em todo o mundo. 





Oi gente, meu nome é Thaís, sou estudante de Jornalismo e tenho 20 anos. Agora sou colaboradora do Ressaca, e além de ver minhas postagens por aqui, vocês também poderão acessar o conteúdo através do Instagram @thataneumann. Espero que gostem! Vamos ao que interessa...

Não comecei a leitura com muita animação, já que eu já havia assistido ao filme inspirado no livro e não achei nada demais. Porém, fui surpreendia – de uma boa forma. O Orfanato da Srta. Peregrine (agora que estamos íntimos, o chamo só assim!) é o livro perfeito para quem gosta de aventura e fantasia.

Quando Jacob acha seu avô recém assassinado, as últimas palavras do idoso não saem da sua cabeça, fazendo com que o jovem de apenas 16 anos viaje ao País de Gales, onde seu avô cresceu. Por lá, Jacob descobre que as histórias que seu avô o contava eram mais do que fantasias de uma imaginação. Enquanto se encanta pelas crianças peculiares, Jacob percebe que nem tudo é tão bom como parece – ele tem uma grande missão para salvar a vida de todos no lar. 






O livro contém imagens, o que achei muito interessante. Conforme são descritos lugares e pessoas, aparecem fotografias antigas que ilustram a história. Algumas são bizarras, outras dão medo, outras trazem apenas pessoas tímidas ou tristes. 



Por fim, é uma leitura que vale a pena. O livro termina com gostinho de “quero mais” e intimida o leitor a explorar os próximos livros da trilogia. Já estou doida para ler!
Mais alguém aí leu “O Orfanato da Srta. Peregrine?” Beijosss.




Nenhum comentário:

Postar um comentário