segunda-feira, 14 de maio de 2018

Resenha: Rio dos Ventos - Fabiano Alexandria


Título: Rio dos Ventos
Autor(a): Fabiano Alexandria
Editora: Autografia
Páginas: 222
Ano de lançamento: 2017
Onde comprar: Autografia Editora


Sinopse: "Antônio e Ângelo são frades do Convento Santo Antônio, que, assim como a Igreja, faz parte do complexo São Francisco, local repleto de histórias, cujo início das construções datam de 1588. Este palco histórico já foi utilizado como fortificações durante as invasões holandesas onde, até os dias atuais, várias lendas resistem ao tempo – como a de um túnel que teria sido edificado com a finalidade de servir como roteiro de fuga até o Rio Sanhauá, afluente do Paraíba. Ambos descobrem que a lenda do túnel é realidade e que muito mais coisas estão escondidas ou esquecidas pelo tempo. Entretanto pessoas erradas e influentes também tinham o conhecimento dessas descobertas e de seu valor incalculável.
Frei Antônio teria que ter a coragem para expor tudo antes de ser tarde demais, mas nada saiu como planejara. Iniciou-se uma caçada a todos que sabiam do segredo. As ordens foram bem claras! A informação não poderia chegar as pessoas externas. Bernard Souza e Vanessa Torres, dois agentes policiais, passaram a seguir o rastro de sangue por vários pontos históricos e turísticos da cidade. Ambos se depararão com pistas, onde as histórias das mesmas primeiramente deverão ser compreendidas, para que finalmente tudo possa vir à tona em busca de um desfecho surpreendente, capaz de remodelar os livros de história."

"Rio dos Ventos" começa com uma narração angustiante sobre os últimos momentos de vida do Frei Antônio e a partir daí, uma caça ao tesouro começa com uma investigação policial guiada pelos policiais Bernard e Vanessa seguindo pistas de sangue encontradas pelo caminho. 


"Os Reis Magos adoravam Cristo e o proclamam com presentes místicos que simbolizam a realeza através do ouro, da divindade através do incenso, e por fim de que havia assumido a condição de mortal, com a mirra."

Um mistério envolvente e instigante é construído incrivelmente bem neste livro e de forma leve e fluída. Enigmas precisam ser desvendados e a história da cidade revisada para que esse crime possa ser solucionado e o assassino detido, com isso somos imersos de cabeça na trama.

"Existia até um ditado, fulano perdeu as tribeiras, que se repete até os dias atuais e que tem uma de suas versões de origem nestes significados."

Alguns momentos foram previsíveis mas no geral foi o livro foi bem desenvolvido. Os personagens foram bem construídos, a trama foi bem guiada, possui muita ação e suspense, e ainda nos dá realmente a sensação de sermos os personagens. Além de tudo, um romance também é citado e o final foi surpreendente, explicando exatamente o título do livro.


"Desde os primórdios, o motivo que move o mundo é exatamente aquilo que leva as pessoas a pensarem no dinheiro, no poder, no sexo, na fé ou na ambição. É a sensação que o ser humano tem de estar saciado que move o mundo - é o desejo."

O autor possui uma narração rica em detalhes onde podemos nos ver nos cenários descritos sem dificuldade. A diagramação ficou simples mas confortável para a leitura com letras de um bom tamanho, páginas amarelas e uma capa que diz muito sobre o livro.





"...seja lá de quem for e por mais profundo que fossem os relacionamentos, ambição sempre será capaz de as destruir."

Super recomendado aos fãs de aventura, suspense e história! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário