segunda-feira, 27 de agosto de 2018

5 motivos para te fazer assistir Stranger Things

Olá pessoal, tudo bem com vocês?

Acredito que todo mundo já tenha ouvido falar da famosa série de tv Stranger Things não é mesmo? Mas apesar de estar sempre aparecendo nas mídias, concorrendo a prêmios e as várias recomendações, muitas pessoas ainda não assistiram e exatamente por isso vim tentar convencê-los a mudar de ideia.



Caneca maravilhosa da série feita pela loja parceira The Mug 


Vamos começar pela sinopse da primeira temporada:


"Em novembro de 1983, na pequena cidade de Hawkins, Indiana, um garoto de 12 anos, Will Byers desaparece misteriosamente. A mãe de Will, Joyce, torna-se frenética e tenta encontrar Will, enquanto o chefe de polícia Jim Hopper começa a investigar, assim como os amigos de Will: Mike, Dustin e Lucas. Uma menina psicocinética que sabe o paradeiro de Will é encontrada pelos garotos. À medida que eles descobrem a verdade, uma sinistra agência do governo tenta encobri-los, enquanto uma força mais insidiosa espreita logo abaixo da superfície."

Se apenas essa sinopse de uma série com roteiro original e intrigante não te convencer a assistir, não desista, vou listar 5 motivos para que isso aconteça.

1. Enredo e roteiro original




Stranger Things é uma série de televisão americana de ficção científica e "terror". Sendo criada, escrita e dirigida pelos próprios irmãos Matt e Ross Duffer
A série se passa na década de 1980 e é incrivelmente ambientada pelos elementos culturais da época (tema para outro tópico, aguardem). Cheia de referências à obras de nomes conceituados, tais como: Steven Spielberg (diretor do famoso  filme E.T. - O Extraterrestre), John Carpenter ("Halloween - A Noite do Terror" foi o primeiro filme de sucesso que dirigiu)  e o famoso escritor norte-americano Stephen King, que são considerados as grandes inspirações dos Irmãos Duffer para a realização do projeto.

2. Cenário / Locações

Originalmente a série chamaria-se Montauk, e se passaria na cidade de mesmo nome, em Nova York, Estados Unidos. No entanto, acabou sendo filmada em Jackson e Atlanta que localizam-se na Geórgia, nos Estados Unidos e para nossa felicidade tem vários lugares para visitação dos cenários da série.

- Embora as cenas da área externa do Laboratório Nacional de Hawkins sejam do Campus de Briarcliff da Emory University, as cenas internas do laboratório foram, na verdade, filmadas no EUE Screen Gems Studios, também em Atlanta;


- Sendo a narrativa conduzida a partir do laboratório e do colégio de Hawkins, este tem tanta importância quanta para a série, porém, como nenhuma das duas instituições existem na vida real, os produtores utilizaram as antigas instalações do Patrick Henry School, localizado em Stockbridge, na Georgia, e decidiram fazer ali mesmo todos as cenas ambientadas em local de ensino;


A antiga pedreira de Bellwood em Atlanta foi explorada por mais de um século e trata-se do lugar onde todas as cenas relacionadas à pedreira da série foram filmadas;


A casa dos Wheelers e importante ponto de encontro dos garotos, é localizada na rua Piney Wood Lane, em East Point, na Georgia. Trata-se de uma casa grande, bem bonita e que na vida real, não está à venda e nem aberta à visitação já que existem moradores (mas nada que impeça os fãs de passarem em frente e conhecerem);


- O Departamento de polícia de Hawkins é um antigo prédio comercial, localizado na Pray Street, em Douglasville, na Georgia e serve como set de filmagem para todas as cenas que acontecem na delegacia da cidade;


- E não menos importante, a área central de Hawkins já que toda cidade fictícia precisa ter uma grande área central e, é claro, isto também vale para Hawkins. Como era necessário ter um local fixo de gravação, a equipe de produção elegeu a Town Square, situada na Mulberry Street, em Jackson, na Georgia, como uma espécie de set principal das filmagens. No entanto, é importante destacar que tanto a 2nd Street quanto a Oak Street, também em Jackson, foram do mesmo modo utilizadas como locações para as cenas que aconteciam no centro da cidade.


(Informações do site Terra)

2. Figurino


O figurino, assinado pela dupla Malgosia Turzanska e Kimberly Adams-Galligan, chama a atenção na série, mas sem pecar pelo exagero. Os habitantes de Hawkins não usam polainas, lamê ou maios cavados (como era o esperado da época), pelo contrário, suas roupas seguem o tema "cidade do interior com acontecimentos macabros" utilizando gola alta, suéteres, camisas fechadas até o colarinho, casacos de nylon, camisa polo, cintura alta, coletes, cabelo retrô  retorcido nas laterais ou com penteados volumosos e topetes, pura nostalgia.


4. Trilha Sonora

A trilha sonora original da série é sem comentários de tão boa, apenas isso. Composta por vários mestres da música, alguns deles são The Clash, Bon Jovi e Cyndi Lauper, e ainda conta alguns atores da série que tiveram participações bem especiais. 

Como se já não bastasse, a Netflix em parceria com o aplicativo de músicas Spotify lançou às vésperas de estréia da segunda temporada em 2017, uma experiência imersiva onde o usuário precisava logar com sua conta no app e em questão de segundos o serviço detectava todo o seu histórico de músicas e informava quem você é em Stranger Things exibindo uma playlist exclusiva na personalidade de cada personagem. Também na mesma época, era possível ao acessar a trilha sonora da atração você conseguir entrar no “Mundo Invertido”, o lugar pouco iluminado e cheio de monstros e teias de aranha da trama. Para ativar a função era bem simples: bastava escolher as faixas e aguardar alguns segundos para entrar no lar do temido Demogorgon, a lanterna seguia a barra de tempo da faixa e se mexesse no mouse o truque acabava. No entanto, para nossa tristeza nenhuma das duas opções ainda está disponível e só nos resta aguardar para a surpresa da terceira temporada.

Contudo, ainda é possível ouvir a playlist da série, basta procurar na função do app ou clicar aqui.

5. Segunda Temporada

Se nenhum dos motivos acima foram o suficiente para te convencer a assistir, a sinopse da segunda temporada só veio para ajudar o que era bom a ficar melhor. 



"Um ano após os eventos do desaparecimento de Will, o garoto voltou para casa e para a companhia de seus amigos, mas ainda está conectado ao Mundo Invertido. Mesmo depois de tanto tempo, a pequena cidade de Hawkins, Indiana, não está completamente à salvo e não demora muito até que fragmentos do Mundo Invertido façam seu caminho até eles novamente."



Depois dessa indicação incrível, me contem aqui quem já assistiu ou pretende. 
Um beijo e um queijo ;*




sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Como conseguir desconto em livros



E aí galera, turubom?

Não é segredo que nós aqui do Ressaca amamos um livrinho novo e amamos ainda mais livrinhos novos e baratos, hehehe.

Praticamente todo mês, Carol e eu compramos livros. Como todos sabemos, livros infelizmente não são itens baratos, principalmente os recém lançados ou de autores conhecidos. Fica difícil rechear a estante com os precinhos salgados que encontramos nas livrarias, porém, com alguns descontos, fica mais fácil ter um livro novinho para chamar de seu.

A pergunta que eu mais ouço nesta vida é "como você consegue comprar livros com o preço tão bom?". Eis que veio por meio deste, solucionar o mistério. Elementar, meu caro Watson.

Alguns sites, aplicativos e páginas oferecem cupons de descontos em livros, estes válidos em e-commerce. Listei alguns desses doadores de felicidade - já testados por mim.


   

O Site Cupom Válido, como o nome já sugere, da cupons de desconto em sites de e-commerce. Por sua vez, o Cupom Válido não só oferece cupons para livros, como também para diversos produtos de vários sites. Para garantir o desconto, é preciso acessar o site e pesquisar pela loja que deseja obter o cupom. Assim que selecionada, na página da loja estarão os cupons disponíveis. Neste post, ensinamos a aplicar o cupom no carrinho da loja.


Na mesma vibe do Cupom Válido, o Cupom.org da cupons para vários sites. Só é preciso procurar a loja desejada e copiar o cupom para adicionar ao carrinho.


Outro site que oferece cupons grátis é o Cuponeria. Além de livrarias onlines, o Cuponeria tem parceria com várias empresas, inclusive restaurantes e fastfoods, como Mcdonald's e Domino's. O coração até acelera quando ficamos sabendo de uma notícia dessas, não é?


Se você tem um perfil no facebook, pesquisa aí "Amo livros com desconto". Essa é uma página que oferece cupons para livros. Os melhores descontos que consigo, geralmente pego de lá. A página posta as próprias promoções, disponibilizando o cupom para ser adicionado ao carrinho.
Observação importante: as postagens sempre contém um LINK que leva o usuário á livraria. Para validar o cupom, é necessário entrar na loja através desse link.



Voltando aos sites, temos ainda o Picodi, um site de cupons bem completo. Várias marcas são parceiras dele, disponibilizando desconto em quase tudo que você possa imaginar. As queridinhas Amazon, Saraiva e Livraria Cultura estão entre as empresas participantes, além de marcas renomadas, como Pandora e Sephora. Da uma conferida na lista de lojas participantes.



Que as filiais das Lojas Americanas são ótimas para comprar livros, a gente já sabe. O e-commerce, por sua vez, sempre tem promoção na categoria livros. Superando a loja física e o e-commerce, o aplicativo das Lojas Americanas concede descontos em produtos das lojas físicas. Para ter direito ao desconto, é necessário gerar o código de barrar do produto e apresentar na loja física juntamente de um CPF. O box "Crônicas de Gelo e Fogo", por exemplo, até custando R$99,99 na loja, com o cupom de 50% off oferecido pelo app, sai por R$49,99. (válido até 29/08/2018).


Todos os sites citados são GRATUITOS, não precisam de cadastro, nem pedem nenhuma informação pessoal do usuário para disponibilizar os cupons.


Bom, leitores, essas são minhas dicas para conseguir livros com preços mais acessíveis. Vocês têm algum segredinho para adquirir cupons? Contem para mim. Beijosss.



Resenha: Extraordinário - R.J Palacio.





Título original: Wonder.
Autor: R.J. Palacio
Número de páginas: 207.
Editora: Intriseca.
Edição: 1ª edição - 2014.

Onde comprar: Saraiva, Lojas Americanas e Submarino.


Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência um, ele é um menino igual a todos os outros.


Imagem autoral


R. J. Palacio criou uma história edificante, repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, “Extraordinário” consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo o tipo de leitor.


"Vamos criar uma nova regra de vida...tentar ser mais gentil que o necessário."

Gente do céu, que livro lindo! Desculpe o spoiler de cara, não consigo me conter hehe.
Como na própria sinopse já diz, August é um garotinho que nasceu com uma síndrome rara que deformou sua cabeça, principalmente o seu rosto. Logo no início do livro, Auggie se apresenta como um menino normal de 10 anos, apesar de todos a sua volta acha-lo estranho - menos seus pais, que o acham extraordinário.

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."


August nunca havia frequentado a escola devido ao tempo que passava em hospitais, fazendo internações e cirurgias de correção. Apesar de não frequentar aulas como as crianças de sua idade, Auggie é extremamente inteligente para sua idade - sua mãe o ensinará muitas coisas durante os anos que ele passou em casa. O maior desafio de August não eram as disciplinas da escola, mas sim as pessoas.

"Seus feitos são seus monumentos."


Entrando diretamente no quinto ano do ensino fundamental, Auggie conhece muitas pessoas, faz amigos e inimigos e ao longo da história, com sua força e coragem, vai ganhando não só o coração dos colegas, mas também o do leitor.

"É engraçado como às vezes nos preocupamos com alguma coisa e ela acaba não sendo nem um pouco importante"

O livro é narrado na maior parte por Auggie, mas também tem capítulos destinados a outros personagens, nos permitindo saber os dois lados da história. A leitura nos mostra fortes traços de amizade verdadeira, amor, compaixão e principalmente gentileza - que a autora destaca bastante no livro. A obra não é melancólica, não exagera no drama e mesmo assim prende o leitor de uma forma natural, sem sensacionalismo que estamos acostumados a ver em livros do mesmo gênero.

"Todas as pessoas deveriam ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo."

Eu particularmente amei o livro, que entrou para minha lista de favoritos. Indico a todos.