terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Resenha: Lute Como Uma Garota - 60 Feministas que Mudaram o Mundo. - Laura Barcella.




Título: Lute Como Uma Garota – 60 feministas que mudaram o mundo.
Autor(a): Laura Barcella.
Editora: Cultrix.
Páginas: 367.
Ano de lançamento: 2018.


Sinopse: Estamos vivendo novos tempos: a discussão sobre os direitos das mulheres não se concentra mais em grupos específicos e a luta feminista amplia seu debate na sociedade. Da violência contra a mulher à cultura do estupro, uma série de questões é tema de conversas frequentes na mídia e nas redes sociais. Mas como chegamos até aqui? Quem nos ajudou nessa trajetória? Lute como uma Garota reúne o perfil de figuras importantes da militância feminista, abrangendo das pioneiras do século XVIII às estrelas pop dos dias de hoje, como Frida Kahlo, Simone de Beauvoir, Oprah Winfrey e Madonna, além de nomes essenciais da luta no Brasil, apresentando um pouco de nossa história. Com prefácio de Mary Del Priore, apresentação de Nana Queiroz e todo ilustrado, Lute como uma Garota mostra a força das mulheres.


Se eu tivesse que resumir este livro em uma palavra, seria: inspirador. Em “Lute Como Uma Garota – 60 feministas que mudaram o mundo.” Laura Barcella e Fernanda Lopes contam pequenas biografias de mulheres incríveis, que de alguma forma, mostraram para o mundo o poder feminino, que durante muitos anos foi oprimido – e ainda luta por reconhecimento.

As ilustrações de Carolina Mylius enfeitam as páginas, com a delicadeza e precisão dos traços, entrelaçando perfeitamente com a escrita da obra.


“Você também pode ser heroica. Porque ser uma mulher que transforma o mundo hoje, não exige nada menos que heroísmo.” – Nana Queiroz, jornalista e escritora.

Cada figura escolhida recebeu um espaço especial destinado a sua história de vida, seu legado, país de origem, o porquê do merecimento e suas grandes realizações, além suas citações, que não passam despercebidas e nos inspiram. A Maioria das mulheres também foram homenageadas com ilustrações.

No tempo em que vivemos, onde o feminismo está mais forte do que nunca e buscando ainda mais pelo seu espaço, Lute Como Uma Garota, como o título já sugere, chega para nos lembrar que foi preciso muita luta para a mulher chegar até aqui. Seja na ciência, na política, na família, no mercado profissional e em tantos outros aspectos. Vários ícones femininos bateram pé e usaram toda sua coragem para garantir os direitos que temos hoje.

Mulheres inspiradoras e a frente de sua época deram vida a obra que emociona. Cada uma com sua história, seus valores, mostrando que uma simples garota pode sim, mudar o mundo e ser quem quiser.

Nomes conhecidos como Frida Kahlo, Beyoncé e Malala estão na lista de mulheres que ganharam espaço no livro. Algumas informações sobre a vida pessoal de algumas mulheres surpreendem (Frida por exemplo, ficou décadas com o mesmo homem, mas nunca assumiu compromisso com ele e se relacionava com outras pessoas, homens e mulheres).

Fiquei muito intrigada com histórias de mulheres que até então, eu não conhecia. Várias delas sofreram todo tipo de violência. Física, psicológica, emocional. Todas enfrentaram barreiras, a maioria, humilhação. Porém, nenhuma abaixou a cabeça.

“Acabo de decidir: quando alguém disser que você não pode fazer alguma coisa, faça mais ainda.” – Faith Ringgold.

O livro aborda assuntos sérios de uma forma leve e fluída. A escritora é bem objetiva e explica com clareza detalhes da vida que essas mulheres levaram.

A edição brasileira ganhou mais 15 biografias de brasileiras que contribuíram para a história do nosso país. Clarice Lispector e Pagu estão entre elas.

A obra, além de conter muita informação e contribuir também para a história, mostra como a busca por direitos e igualdade nasceu há séculos e ainda não acabou. Uma oportunidade encantadora de mostrar ao mundo o verdadeiro legado das feministas e como o termo carrega sangue e coragem de muitas mulheres.

Ser mulher é uma batalha. E estas são as mulheres que foram à luta para tentar mudar isso.

Indico a leitura a todos, sem restrições. 

Nos acompanhem no Instagram e no facebook. Beijoxxxx. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário